Hoje, é o último dia do ano de 2020.

Oh, quanta alegria em meu coração
31/12/2020

Hoje, é o último dia do ano de 2020.

 

Abaixo escrevi minha mensagem pessoal e uma linda oração da Igreja chamada “Te Deum”, que nos garante Indulgência Plenária.

Um ano difícil, mas de muito aprendizado.

 
Antes de dizer que foi um ano ruim, eu prefiro dizer que foi um ano de autoconhecimento, de aumento em minha vida espiritual.
Foi realmente um ano que pude doar muito mais minha vida, amando aqueles que me rodeiam e precisam de mim.
As perdas que tive, os obstáculos que enfrentei, as decepções que aconteceram. Todas elas me fizeram sofrer, no entanto, mais que sofrer, me fizeram CRESCER!
Agora chega 2021, um novo ano, uma incógnita, não sabemos o que ele nos trará.
Eu escolho acolher com amor cada dia deste ano, mesmo os dias que poderão ser trágicos, bem como os dias que serão belos.

A única coisa que peço neste início do ano, é o desejo ardente da santidade.

Ser mais de Deus;
Aumentar minha vida de oração;
Amar mais as pessoas que Deus me confiou, e amar não quer dizer só concordar com elas, mas adverti-las e exortá-las se for preciso, ainda que isso as faça sofrer.
Quero acolher as alegrias desse ano e, também, os sofrimentos.
Quero aproveitar cada obstáculo, como se fosse um degrau, e a cada dor, dessas que são inevitáveis, que eu possa olhar para o céu e com o coração cheio de esperança, crer que tudo um dia vai passar e que nada acontece sem que Deus veja.
Quero viver cada dia, buscando um único caminho:
- O céu!
Porque a verdade, é que minha alma não sabe mais viver sem Ele.
E não importa o que vai acontecer em 2021, ou em 2022..., desde que eu O faça feliz.
Que minha vida seja sinal deste Amor Eterno.
E que em 2021, 2022, 20... eu seja só pra Ele.
E o resto (Paz, saúde, dinheiro...)?
- Será acréscimo!!!

Jane de Fátima

Agora a linda oração de nossa Igreja, tão cheia de sabedoria e do amor de Deus, nos presenteia com a INDULGÊNCIA PLENÁRIA nas condições ordinárias a todas as pessoas que, em comunidade, nas Igrejas e oratórios públicos ou semipúblicos, rezarem ou cantarem o "TE DEUM" em ação de graças (cf. Enchir. Indulgentiarum, n. 60), no último dia do ano. Então o que acha de fazer esta oração antes da meia noite com seus familiares?
 

TE DEUM

A vós, ó Deus, louvamos,
a vós, Senhor, cantamos.
A vós, eterno Pai,
adora toda a terra.
 
A vós cantam os anjos,
os céus e seus poderes:
Sois Santo, Santo, Santo,
Senhor, Deus do universo!
 
Proclamam céus e terra
A vossa imensa glória.
A vós celebra o coro
glorioso dos Apóstolos.
 
Louva-vos dos Profetas
A nobre multidão
e o luminoso exército
dos vossos santos mártires.
 
A vós por toda a terra
Proclama a Santa Igreja,
Ó Pai onipotente,
de imensa majestade.
 
E adora juntamente
O vosso Filho único,
Deus vivo e verdadeiro,
e ao vosso Santo Espírito.
 
Ó Cristo, Rei da glória,
do Pai eterno Filho,
nascestes duma Virgem,
a fim de nos salvar.
 
Sofrendo vós a morte,
da morte triunfastes,
abrindo aos que têm fé
dos céus o reino eterno.
 
Sentastes à direita de Deus,
do Pai na glória.
Nós cremos que de novo
vireis como juiz.
 
Portanto, vos pedimos:
salvai os vossos servos,
que vós, Senhor, remistes
com sangue precioso.
 
Fazei-nos ser contados,
Senhor, vos suplicamos,
em meio a vossos santos
na vossa eterna glória.
 
Salvai o vosso povo.
Senhor, abençoai-o
Regei-nos e guardai-nos
até a vida eterna.
 
Senhor, em cada dia,
Fiéis, vos bendizemos,
Louvamos vosso nome
agora e pelos séculos.
 
Dignai-vos, neste dia,
Guardar-nos do pecado.
Senhor, tende piedade
de nós, que a vós clamamos.
 
Que desça sobre nós,
Senhor, a vossa graça,
porque em vós pusemos
a nossa confiança.
 
Fazei que eu, para sempre,
não seja envergonhado:
Em vós, Senhor, confio,
Sois vós minha esperança!
 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *